O centro-oeste brasileiro tem inúmeros destinos intocados e que são ótimos para visitar durante o verão! A região tem lugares para se refrescar como cachoeiras, poços-d’água, lagoas cristalinas, praias de água doce e uma diversidade de rios.

Por isso, fizemos um passo a passo de como chegar a 4 lugares paradisíacos do centro-oeste brasileiro. Veja nossas dicas, informações úteis e programa-se para viajar com a família e os amigos.

Barra do Garças (MT)

Barra do Garças, um dos lugares paradisíacos do centro-oeste brasileiro

Barra do Garças – MT | Fonte: Banco de Imagens

A cidade de Barra do Garças está localizada no estado de Mato Grosso. É conhecida como o paraíso das águas porque tem um enorme potencial hídrico, banhado pelas águas dos rios Araguaia e Garças.

Alguns dos principais pontos turísticos do local são o Parque das Águas Quentes, o Cristo Redentor e o Porto Baé, que inclusive já detalhamos o que tem de mais legal para fazer por lá 😉

Outro lugar que recomendamos uma visita é o Parque Estadual da Serra Azul, que está a 4 km de Barra do Garças. Além de ser um recanto ecológico com várias espécies de animais e um conjunto botânico diversificado, o local tem muitas cachoeiras e trilhas para quem se gosta de aventura e ecoturismo.

Por falar em cachoeiras, listamos as que você precisa conhecer antes de morrer.

Como chegar em Barra do Garças

As melhores opções são de carro ou de ônibus. Veja o passo a passo:

Ônibus
Para chegar à cidade em uma viagem de ônibus você pode partir de alguns destinos e capitais estratégicas, como Goiânia, Cuiabá, Brasília, Campo Verde, Confresa, Água Boa, Canarana e Querência.

A Viação Xavante tem ônibus partindo das capitais citadas acima todos os dias, e dependendo da distância o preço das passagens variam entre R$55 e R$ 120.

Carro
A principal rodovia que leva à cidade de Barra do Garças é a GO-194, que faz ligação entre a MT-260, 070, além da MT-100.

Veja as distâncias entre as capitais do centro-oeste:
Cuiabá: 520 km; Goiânia: 430 km; Campo Grande: 880 km.

Nova Xavantina (MT)

Nova Xavantina, um dos lugares paradisíacos do centro-oeste brasileiro

Nova Xavantina – MT | Fonte: Banco de Imagens

A cidade de Nova Xavantina (MT) também é um recanto intocado do centro-oeste brasileiro. Ela está próxima da cidade de Barra do Garças, que citamos acima. São aproximadamente 150 km de distância entre elas.

Um dos lugares que você deve visitar é a Praia da Lua, que é banhada pelas águas do Rio das Mortes. Apesar do nome do rio, a praia é bem badalada, pois ali há bares e restaurantes que exaltam ainda mais a exuberância do lugar.

Contudo, a correnteza do rio é forte, então vale ficar alerta caso você queira nadar. Ainda assim, o que vale mesmo neste lugar é relaxar e apreciar a vista.

Outro lugar imperdível é a Ilha do Coco, que é coberta por mata nativa do cerrado e tem uma diversidade de animais silvestres nas redondezas. Sem contar que as águas do lugarejo são cristalinas.

Para chegar até a Ilha é preciso percorrer 36 km de estrada de terra, saindo de Nova Xavantina, e cinco minutos de canoa a remo. Por isso, esse passeio requer programação.

O endereço do local é Travessa Joacir Konzen, 77. Para mais informações acesse o site da Prefeitura de Nova Xavantina.

Promoções diárias de passagens de ônibus

Como chegar em Nova Xavantina

Ônibus
Fazer a viagem de ônibus é uma das maneiras mais fáceis de chegar a Nova Xavantina. Você pode sair das principais capitais do centro-oeste brasileiro, como Cuiabá, Goiânia e Brasília, mas também pode partir de outras cidades turísticas como Barra do Garças.

Ambos os percursos podem ser feitos pela Viação Xavante.

Leia também:
Paraísos escondidos: 5 lugares pouco conhecidos para viajar no Brasil
Conheça Campo Grande (MS): a cidade morena do Centro-Oeste

Caldas Novas (GO)

Caldas Novas, um dos lugares paradisíacos do centro-oeste brasileiro

Caldas Novas – GO | Fonte: Banco de Imagens

A cidade de Caldas Novas, localizada no estado de Goiás, é muito conhecida pelas fontes de águas termais e piscinas naturais aquecidas, que têm temperaturas de até 37 ºC. É o paraíso das águas em pleno centro-oeste brasileiro.

Um dos pontos que mais atraem os turistas para a região é o complexo de águas termais de Rio Quente, que fica a 22 km de Caldas Novas. Neste local existe a atração do Hot Park, já escrevemos sobre ele aqui, com tobogãs, corredeiras e praias de ondas artificiais.

Além do parque aquático, no local há uma área de lazer com atividades (restaurantes e bares) um pouco mais tranquilas para quem quer aproveitar para relaxar, e também resorts e pousadas equipados para receber toda a família.

Como chegar a Caldas Novas

Ônibus
Umas das coisas boas de ir de ônibus para Caldas Novas é que existem várias linhas que partem das capitais. De Goiânia, por exemplo, é bem pertinho, e é a nossa recomendação.

Chegando na rodoviária de Caldas Novas, a nossa dica é ir até o centro da cidade de táxi, que fica em média R$30 a corrida. Agora para chegar até Rio Quente, se você preferir pode ir de táxi também, a corrida fica em média R$80. Mas há ainda a opção de você pode pegar um ônibus de Caldas Novas até Rio Quente pela viação Estrela.

Carro
Se você preferir seguir de São Paulo a Caldas Novas de carro, a melhor opção é ir pela Rodovia Anhanguera em direção à cidade de Uberaba, são aproximadamente 590 km.

A partir da cidade mineira siga em direção a Araguari e a Marzagão até chegar em Caldas Novas – são mais 136 km até Caldas Novas. Ao todo, são pelo menos oito horas, e mais de 760 km, de viagem entre a capital paulista e Caldas Novas.

Bonito (MS)

Bonito, um dos lugares paradisíacos do centro-oeste brasileiro

Bonito – MS | Fonte: Banco de Imagens

A cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul, não é só bonita de nome, mas também pela fauna e flora exuberantes. Dona de águas cristalinas, o local é repleto de cachoeiras, rios e cavernas. O que também chama a atenção no local são as vegetações “misturadas”, entre as áreas verdes típicas do Cerrado e da Mata Atlântica.

Relativamente perto de Campo Grande, a capital do estado (são 300 km), a cidade é roteiro certo de muitos sul mato grossenses nesta época de verão.

Um dos melhores pontos turísticos de Bonito é a Lagoa Azul, que tem uma cavidade formada há 60 milhões de anos e que inclusive já foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1978. O local chama-se Lagoa Azul devido à refração da luz, que torna as águas transparentes em um tom azulado único.

O que leva o lugar ao título de emblemático é a profundidade do lago, porque ninguém sabe ao certo quantos metros tem até o fundo.

Como chegar até Bonito

Ônibus
Uma empresa de ônibus tradicional no estado do Mato Grosso do Sul é a Viação Cruzeiro do Sul, que percorre toda a região. A viagem de ônibus entre Campo Grande e Bonito tem diversos horários e pode custar cerca de R$ 60.

Carro
Você pode optar por ir de carro saindo de Campo Grande, são aproximadamente 300 km até Bonito. É preciso pegar a BR-060/419 ou a BR-262/419.

A viagem é feita em uma reta só e o melhor é que durante o caminho você poderá conferir as melhores paisagens do centro-oeste brasileiro e vegetações típicas do cerrado, assim como na viagem de ônibus.

 

Encontre o menor preços de passagem de ônibus